FACULDADE DE CIÊNCIAS

U N I V E R S I D A D E   D E   L I S B O A

Previsão de Marés dos Portos Principais de Portugal

Engenharia Geoespacial - DEGGE, IDL - Faculdade de Ciências da U.L.

     
Tabelas de Médias e Valores Extremos de Maré
 

2013

PMmax   PMav  PMmed   PMam  PMmin    NM   BMmax   BMam  BMmed   BMav  BMmin
LEIXÕES_FCUL
 4.05   3.64   3.28   2.90   2.58   2.16   1.76   1.43   1.04   .70   .35
LISBOA_FCUL
 4.37   3.95   3.58   3.17   2.73   2.34   1.93   1.51   1.09   .73   .45
CASCAIS_FCUL
 4.01   3.65   3.31   2.94   2.59   2.25   1.89   1.55   1.19   .85   .55
SINES_FCUL
 3.93   3.56   3.22   2.85   2.49   2.17   1.84   1.48   1.12   .79   .49
LAGOS_FCUL
 3.87   3.50   3.16   2.78   2.38   2.09   1.73   1.38   1.02   .68   .43
 

2014

PMmax   PMav  PMmed   PMam  PMmin    NM   BMmax   BMam  BMmed   BMav  BMmin
LEIXÕES_FCUL
 4.14   3.67   3.30   2.90   2.62   2.17   1.72   1.42   1.03   .67   .29
LISBOA_FCUL
 4.46   3.98   3.60   3.18   2.76   2.34   1.87   1.50   1.08   .71   .33
CASCAIS_FCUL
 4.09   3.68   3.33   2.95   2.61   2.25   1.86   1.55   1.18   .83   .51
SINES_FCUL
 4.00   3.59   3.24   2.85   2.51   2.17   1.80   1.46   1.11   .76   .43
LAGOS_FCUL
 3.97   3.53   3.17   2.79   2.42   2.09   1.68   1.38   1.01   .65   .32
 

2015

PMmax   PMav  PMmed   PMam  PMmin    NM   BMmax   BMam  BMmed   BMav  BMmin
LEIXÕES_FCUL
 4.16   3.67   3.31   2.91   2.69   2.17   1.66   1.43   1.03   .67   .30
LISBOA_FCUL
 4.46   3.98   3.61   3.19   2.88   2.34   1.78   1.50   1.08   .71   .27
CASCAIS_FCUL
 4.11   3.68   3.33   2.95   2.69   2.25   1.79   1.55   1.18   .83   .45
SINES_FCUL
 4.00   3.59   3.24   2.86   2.57   2.17   1.73   1.47   1.11   .77   .36
LAGOS_FCUL
 3.98   3.53   3.18   2.79   2.51   2.09   1.60   1.39   1.01   .66   .27

 

2016

PMmax   PMav  PMmed   PMam  PMmin    NM   BMmax   BMam  BMmed   BMav  BMmin
LEIXÕES_FCUL
 4.10   3.65   3.31   2.92   2.62   2.18   1.72   1.44   1.05   .71   .34
LISBOA_FCUL
 4.38   3.96   3.61   3.20   2.87   2.35   1.89   1.51   1.10   .75   .30
CASCAIS_FCUL
 4.05   3.66   3.33   2.96   2.70   2.26   1.85   1.56   1.19   .87   .46
SINES_FCUL
 3.95   3.58   3.24   2.86   2.62   2.18   1.82   1.48   1.12   .81   .37
LAGOS_FCUL
 3.92   3.51   3.18   2.80   2.52   2.10   1.69   1.40   1.02   .70   .30

 

2017

PMmax   PMav  PMmed   PMam  PMmin    NM   BMmax   BMam  BMmed   BMav  BMmin
LEIXÕES_FCUL
 4.00   3.67   3.31   2.92   2.60   2.19   1.76   1.45   1.06   .70   .31
LISBOA_FCUL
 4.30   3.98   3.61   3.20   2.78   2.36   1.96   1.52   1.11   .74   .39
CASCAIS_FCUL
 3.99   3.68   3.33   2.97   2.63   2.27   1.91   1.57   1.20   .87   .54
SINES_FCUL
 3.92   3.59   3.25   2.87   2.54   2.19   1.88   1.49   1.14   .80   .47
LAGOS_FCUL
 3.83   3.53   3.18   2.81   2.43   2.11   1.75   1.41   1.03   .69   .39
 

2018

PMmax   PMav  PMmed   PMam  PMmin    NM   BMmax   BMam  BMmed   BMav  BMmin
LEIXÕES_FCUL
 4.09   3.68   3.32   2.91   2.60   2.19   1.78   1.47   1.07   .71   .35
LISBOA_FCUL
 4.42   3.99   3.61   3.18   2.77   2.37   1.93   1.55   1.12   .74   .45
CASCAIS_FCUL
 4.05   3.69   3.34   2.95   2.63   2.27   1.92   1.59   1.21   .87   .56
SINES_FCUL
 3.97   3.60   3.25   2.86   2.50   2.20   1.89   1.51   1.14   .80   .50
LAGOS_FCUL
 3.95   3.55   3.20   2.80   2.42   2.12   1.76   1.43   1.05   .70   .42
 
 
4.46 - Evidencia a evolução da máxima preia-mar que ocorre. normalmente. em Março por altura do equinócio.
            Lisboa obteve o seu valor máximo em 2015 e que voltará a acontecer em 2019 (ver gráfico).
PMmax - Máxima Preia-mar do ano; PMav - Média das Preias-mar em Águas Vivas; 
PMmed - Média de todas as Preias-mar; PMam - Média das Preias-mar em Águas Mortas;
NM - Nível médio da maré que corresponde ao valor do ZH de cada porto;
BMam - Média das Baixas-mar em Águas Mortas; BMmed - Média de todas as Baixas-mar;  
BMav - Média das Baixas-mar em Águas Vivas; BMin - Mínima Baixa-mar do ano;
 
Dados dos Portos Maregráficos
PORTO Latitude Longitude Zero Hidrográfico (ZH) Estabelecimento do Porto (hh:mm) Distrito / Ilha

0 - Viana do Castelo

41º 41' 15'' N 8º 50' 20'' W

2.00 m

2:50 Viana do Castelo

1 - Leixões 

41º 11'  5'' N 8º 42' 10'' W

2.00 m

2:32 Porto

2 - Aveiro

40º 38' 40'' N 8º 44' 55'' W

2.00 m

2:16 Aveiro

3 - Figueira da foz

40º  8' 50'' N 8º 51' 15'' W

2.00 m

1:55 Coimbra

4 - Peniche

39º 21' 20'' N 9º 22' 20'' W

2.00 m

1:53 Leiria

5 - Cascais

38º 41' 40'' N 9º 25º  5'' W

2.08 m

1:40 Lisboa

6 - Lisboa

38º 42' 30'' N 9º  7' 50'' W

2.08 m

2:31 Lisboa

7 - Sesimbra 

38º 26' 25'' N 9º  6' 40'' W

2.00 m

1:43 Setúbal

8 - Sines

37º 57'  5'' N 8º 53' 15'' W

2.00 m

1:44 Beja

9 - Lagos

37º  5' 55'' N 8º 40'   0'' W

2.00 m

1:32 Faro

10 - Faro

36º 58' 30'' N 7º 52'  0'' W

2.00 m

1:45 Faro

11 - Vila Real de Stº António

37º 11 35'' N 7º 24' 45'' W

2.00 m

1:42 Faro

12 - Funchal

32º 38' 40'' N 16º 54' 45'' W

1.40 m

0:26 Madeira

13 - Ponta Delgada

37º 44' 10'' N 35º 40'  5'' W

1.00 m

-0:14 São Miguel

14 - Horta

38º 31' 50'' N 28º 37' 15'' W

1.00 m

0:14 Faial

15 - Angra do Heroísmo

38º 39'  5'' N 27º 13' 15'' W

1.00 m

0:17 Terceira

16 - Santa Cruz

39º 27' 20'' N 31º  7' 15'' W

1.00 m

0:20 Flores
 
 
NOTAS DE INFORMAÇÃO:
 
NOTA 1: Os valores de Zero Hidrográfico  correspondem ao Plano de Referência Hidrográfico da zona. apesar de os modelos de 
maré da FCUL apresentarem médias com valor superior ao respectivo ZH. 
Relativamente aos portos de Cascais e Lisboa. o Plano de Referência Hidrográfico é exactamente o  mesmo que é  usado
nas Cartas Hidrográficas. o de 2.08 m abaixo do Nível Médio Adoptado em Cascais. o qual se situa actualmente a 2.23 m abaixo
do NMM de Cascais (2.08 m do NMM convencional) e 2.32 m abaixo do NM actual da Maré em Lisboa (2.20 m do NM convencional). 
O Nível Médio da Maré. também designado por Nível Médio Físico (ver gráfico). é uma superfície variável ao longo do tempo 
e que se sobreeleva à medida que a onda de maré se propaga  ao longo do estuário. devido ao princípio da conservação de energia . 
Desta forma. sempre que se adicionar a sonda lida numa carta a uma dada altura de maré do porto mais próximo. o resultado
corresponde exactamente à profundidade das águas no instante respectivo. pelo simples facto de todos os modelos de maré
do estuário terem como  referência o plano de ZH da Carta Hidrográfica. Não há que fazer qualquer conversão de ZH. nem se deve
 confundir o ZH da Carta com a constante Z0 (ZH Local do NMFísico) do modelo harmónico de previsão extraído duma tabela de marés.
 
NOTA 2:  Com excepção de Cascais. Lisboa. Leixões Sines e Lagos. os  valores de maré aqui tabelados. resultam de modelos calculados com 
 dados da década de 1970 e relativos ao Datum Altimétrico de Cascais de 1938. Actualmente. os registos do marégrafo de Cascais do IGP  
indicam um NMM na ordem dos 15 cm acima do nível médio adoptado de 1938. Como consequência. e considerando uma sobreposição 
do Nível do Mar nos momentos de temporal. as alturas de  maré real podem chegar a 40 - 50 cm acima dos valores dos modelos de previsão. 
Na realidade. e com excepção das zonas de alta taxa de sedimentação. existe actualmente mais segurança e mais navegabilidade 
nos estuários. mas em contrapartida.  passou a existir um maior risco de inundações e galgamentos nalgumas zonas costeiras e ribeirinhas. 
tal como as que se verificaram em 2003 e 2006 na Costa da Caparica.
 
 
APLICAÇÃO "NIV_MARE.EXE" DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD 
 
(Link alternativo)